Vereza pede a Temer que combata a ideologia de gênero

Para ator afirma que os professores "estão brincando de Deus e mudando toda a biologia".

Carlos Vereza pediu ajuda de Temer, "como comandante supremo do país" [Foto: reprodução
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Minutos após receber a carta de demissão de Bruno Araújo, Michel Temer recebeu o ator Carlos Vereza. Conversaram sobre ideologia de gênero.

Durante a reunião, o ator disse que esse debate está “erotizando e traumatizando as crianças”.

Assine o Blesss
Assine o Blesss

E pediu ajuda de Temer, “como comandante supremo do país”, para tomar uma medida para “parar com a solerte ideologia de gênero”.

Segundo ele, professores “estão brincando de Deus e mudando toda a biologia”.

Diz Vereza:

— Por mais que eles inventem, homem não tem útero.

O QUE É IDEOLOGIA DE GÊNERO?
Termo que faz referência a conceitos sexuais é pouco conhecido do público e voltou ao debate político na elaboração dos planos de educação.

Depois de surgir com destaque em 2014 nos debates envolvendo a elaboração do Plano Nacional de Educação (PNE), o termo “gênero” voltou aos holofotes no Brasil. Políticos, pesquisadores, organizações da sociedade civil e cidadãos comuns têm se mobilizado para que o termo não conste nos novos planos municipais e estaduais de educação que devem ser votados até o fim do mês de junho. As razões para a preocupação, no entanto, ainda parecem desconhecidas de grande parte da opinião pública. Por que uma palavra aparentemente inofensiva passou a receber tanta resistência?

Teóricos da “ideologia de gênero” afirmam que ninguém nasce homem ou mulher, mas que cada indivíduo deve construir sua própria identidade, isto é, seu gênero, ao longo da vida. “Homem” e “mulher”, portanto, seriam apenas papéis sociais flexíveis, que cada um representaria como e quando quisesse, independentemente do que a biologia determine como tendências masculinas e femininas.

Mas, de acordo com a bióloga Mariana Sá, formada pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e mestre em Sistemática e Evolução pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), professora do UNIPÊ João Pessoa, “não se pode contrariar o aspecto natural, pois a genética explica que o sexo é definido pelos nossos cromossomos, um deles, que são chamados de cromossomos sexuais (XY masculino; XX feminino)”. Segundo ela, a determinação do sexo ocorre no momento da fecundação do óvulo.

Apesar de reconhecer a “ideologia de gênero”, como sendo um elemento ligado a psique (psicologia), a professora Mariana Sá disse que por mais que uma pessoa nasça mulher e não se sinta mulher, pode até mudar a feição para homem, tomando hormônios, alterar o metabolismo, não vai deixar de ter os cromossomos relativos a ser mulher.

Por: Gomes Silva
Redação: Consciência Cristã News
Com informações de Oglobo 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentários do Facebook