Senador ataca matéria da Veja, critica atos obscenos contra crianças e conclama líderes omissos e medrosos a “mostrarem a sua cara”

Magno Malta afirma que o ministério público já deveria ter decretada a prisão daqueles que promoveram cenas libidinosas no MAM em São Paulo

Magno Malta: “Mas temos uma notícia ruim para dá a vocês esquerdotas: Vamos continuar incomodando” [Fotos: Arquivo do senado]
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O senador Magno Malta usou a tribuna do Senado para refutar a matéria da Veja, intitulada “Essa gente incomoda”, criticou a nudez nas mostras de “artes” e conclamou os líderes evangélicos a saírem da omissão e mostrar sua “cara” diante dos fatos que vêm ocorrendo no Brasil.

Malta iniciou seu discurso da tribuna do Senado mostrando o que vem ocorrendo no Brasil com essas mostras de “artes”, onde a nudez é exposta e as crianças são os alvos preferidos dos organizadores, que usam o dinheiro público (lei rouanet) para cometer crime, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Assine o Blesss
Assine o Blesss

O senador lembrou que o Masp mandou uma nota dizendo que estava tudo sinalizado para a mostra, ressaltando que ia ter cena de gente nua lá dentro, porém não disse: Sinalizada e proibida a entrada de crianças, como é proibida a venda de bebidas a menores de 18 anos; é proibida a entrada de crianças, porque lá vai ter um ser manipulado por adultos.

“Só que os adultos, pelo contrário, estava assistindo uma criança fazer o papel deles, quando o ECA diz que ‘é crime expor, levar e entregar pra filmar, contracenar’. E a mãe levou a filha, e quando um parente até o quarto grau, a pena é acrescida de dois terços. Por isso, o ministério público já deveria ter decretada a prisão desses canalhas lá em São Paulo”, afirmou Magno Malta.

VEJA

Referindo-se à matéria da revista Veja, Magno Malta lembrou que cada um defende o que quer, milita pelo que acreditar. Mas não se esqueceu da mídia “esquerdista” brasileira.

“No Brasil, ser de esquerda é ser a favor de aborto, do casamento de homossexuais; é ser favorável a ideologia de gênero, de escola com partido. Ser esquerda do Brasil é assumir o poder, aparelhar e assaltar a nação. Isso é ser de esquerda”, disse.

Segundo o senador, o titulo da matéria: “Essa gente, incomoda” levou muita gente a encaminhar a ele fotos das duas páginas da matéria. “Recebi a foto de tudo quanto é gente, de umbandistas, católicos, evangélicos, espíritas, de quem não acredita em nada, mas acredita na família tradicional, na criação de filhos, macho e fêmea. Eles estavam revoltados (com o texto da revista Veja). Por vir à tribuna com a Bíblia, mas fi-lo porque se esses perdulários criminosos não se envergonham de andar de boia, botar um charuto na boca e exaltar Fidel (Castro), Che Guevara e ir pra rua exaltar Lula, Maduro (presidente da Venezuela) e Índio da Bolívia (Evo Morales) e com a boca cheia citar Nietzsche, Freud,   Karl Marx porque eu me vergonharia de minha fé? “Porque não me envergonho do Evangelho de Jesus Cristo, que é o poder de Deus”. A Bíblia é a minha regra de fé e prática.

Ao levantar a Bíblia Malta lembrou o Livro de Atos dos apóstolos, sobretudo a partir do Pentecostes, diz que o povo crescia em graça e se multiplicava.

“E aqueles que creem na família e professam a Deus e a seu filho, Jesus Cristo, como salvador e Senhor da sua vida têm crescido nessa pátria ao ponto de reduzir esquerdistas doentes, defensores de molestadores de crianças, pedófilos, que são movidos por uma crença de que o crime compensa”, disse Malta, refutando aqueles que defendem homens travestidos de criança, que estupra, sequestra e mata e ainda evocam o Estatuto da Criança só para defenderem assassinos de 17 e 18 anos.

Em seguida, o senador disse:

“Nós incomodamos. Por quê? Porque não somos favoráveis ao homossexualismo. E a regra da boa convivência é o respeito. Ao homem homossexual eu devo respeito e ele a mim. Nada, além disso. E eu não posso me tornar um criminoso, abdicar da minha fé e do que creio. Como posso me tornar um criminoso só porque não bato palma, não glamouriso, não aplaudo, não acho graça ver um macho beijar outro macho” – indagou.

De acordo com o parlamentar, essa “gente incomoda”? Sim, porque elas não são as donas dos motéis nem são donas dos alambiques e muito menos dos parques gráficos que produz pornografia no Brasil.

Essa gente, segundo Malta, não vai para as ruas quebrar patrimônio público; essa gente prega família tradicional macho e fêmea. Essa gente não é acintosa contra a natureza de Deus. Essa gente é contra o aborto e favorável ao nascituro. “Mas temos uma notícia ruim para dá a vocês esquerdotas: Vamos continuar incomodando”.

LÍDERES

Magno Malta ressaltou que a missão precípua do evangélico é pregar (a Palavra), denunciar o erro. E dirigiu-se aos líderes cristãos do País.

“Dirijo-me àqueles que estão investidos de lideranças no Brasil e que num momento como este ficam no whatsapp repassando o que os outros falaram, mas não tem coragem de botar a cara, de gravar um vídeo, de dizer: Sou fulano de tal, de tal lugar, sou padre, pastor, tenho essa confissão e estou revoltado com essa exposição. Parece que só têm dois ou três que têm boca pra falar. O resto é mudo e que ficam só dizendo: Vamos orar. Continuem orando, porque aquilo que podemos fazer anjo nenhum vai descer para tomar essa providência. Continuem em quatro paredes, omissos, medrosos, escondidos por trás de um chavão: Não vamos produzir escândalos. Escândalo é correr do pau. Esta é a hora do projeta Amós (na realidade era Isaías): Ai daqueles que fazem leis injustas, que escrevem decretos opressores, para privar os pobres dos seus direitos e da justiça os oprimidos do meu povo, fazendo das viúvas sua presa e roubando dos órfãos! Isaías 10:1-2.

Malta disse ainda que é hora da justiça e não se intimidar com meia dúzia que receberam o privilégio de Deus para governar este País por 13 anos. “Deus os testou e eles fecharam os olhos. Não tomaram conhecimento. Pelo contrário. Eles odeiam a Deus. Eles amam comunismo,  espoliar o pobre em nome de protegê-los; eles amam fingir que comem pão seco, mas tomam whisky de madrugada; eles amaram fingir que andam de dia com os pobres, mas são aliados das grandes fortunas nas madrugadas e durante 13 anos eles protegidos por essa mídia, que hoje continua os ilustrando.

veja o vídeo:

Por: Gomes Silva
Redação: Consciência Crista News

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentários do Facebook